sábado, 9 de setembro de 2017

Despertar do Vale abre a primavera no Vale dos Vinhedos

Evento reunirá principais atrativos do Vale dos Vinhedos e associados Aprovale, em uma feira ao ar livre no coração do roteiro de enoturismo.
Os dias 23 e 24 de setembro de 2017 prometem ser de grande confraternização e celebração do início da primavera no Vale dos Vinhedos.  A estação mais colorida do ano, período em que as videiras despertam da hibernação e iniciam a brotação, será celebrada com uma grande festa nos jardins do Hotel Villa Michelon em um evento aberto ao público apreciador de vinho e gastronomia.
 
 
Por iniciativa da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale, os principais atrativos do Vale dos Vinhedos se uniram para realizar uma feira ao ar livre, dedicada aos vinhos, espumantes, gastronomia, produtos da agroindústria, assessórios, música e muita alegria e descontração.
Em ambos os dias do evento, das 11h às 19h, o visitante poderá desfrutar do melhor que o Vale dos Vinhedos oferece, em meio à natureza, podendo adquirir produtos das empresas participantes que são as vinícolas Pizzato Vinhas e Vinhos, Vinícola Torcello, Peculiare Vinhos Únicos, Miolo Wine Group, Vinícola Almaúnica, Vinícola Dom Cândido, Vinhos Don Laurindo, Vinhos Larentis, Lídio Carraro Vinícola Boutique e Casa Valduga. Biscotteria Itallinni, Dolcetto do Vale, Atelier Refúgio da Colina, Famiglia Tasca, Queijaria Valbrenta, Moinho Graciema, Devorata Trufas Artesanais, Casa Madeira, Essência di Fiori, Kelly Araldi Design e Boccati também abrilhantam o evento.
E para aqueles que vêm para o Vale e não abrem mão de se deliciar com a nossa gastronomia, os Restaurante Valle Rustico, Trattoria Mamma Gema, Giordani Gastronomia Cultural, Restaurante Engenho do Vale, Alitália Posto Per Mangiare e Osteria Del Valle comercializarão pratos especialmente preparados para o evento.
A Giordani Turismo será a agência de receptivo oficial e disponibilizará em seu site a venda antecipada de ingressos. Também será possível adquirir com a agência um pacote especial aliando visitas as vinícolas e a participação no evento. Para completar, em ambos os dias do Despertar do Vale, um passeio panorâmico pelo Vale dos Vinhedos em ônibus histórico estará à disposição do participante em horários determinados por valores promocionais.
Além de som ambiente, às 17hs nos dois dias do evento, a banda Farina Brother`s promete animar os presentes com um repertório recheado de rock e pop rock.
E para aproveitar as belezas do local, paletes, ombrelones e tendas estarão espalhados ao longo do jardim. Em caso de chuva, o evento será realizado da mesma maneira, pois contará com estrutura coberta.
Ingressos podem ser adquiridos junto a sede da Aprovale, no Centro de Informações Turísticas do Vale dos Vinhedos e no site da Giordani Turismo em breve. O valor é de R$ 10 por pessoa e o visitante ganhará uma taça personalizada do Vale dos Vinhedos.  Outro diferencial do evento é que ele contará com uma bilheteria única e uma moeda exclusiva. O visitante compra a moeda do evento em um caixa único, e com esta moeda exclusiva efetua compra nas tendas participantes.
O Despertar do Vale é promovido pela Aprovale, com apoio do Hotel Villa Michelon, Sicredi, Limpacto, Boccati, Elo, SEGH, Mídiasul, Giordani Turismo, Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, Secretaria da Saúde de Bento Gonçalves, Subprefeitura do Vale dos Vinhedos, Bento Convention Bureau e Brigada Militar.

Vinhos do Alentejo regressam ao Brasil para grandes degustações

No próximo dia 11 de setembro, Recife recebe a Degustação Anual dos Vinhos do Alentejo. O evento organizado pela CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana com produção da EV-Essência do Vinho é dirigido a formadores de opinião, profissionais da hotelaria e do mercado de gastronomia, além de wine lovers.
 
A degustação será realizada das 15h às 20h, no Transamerica Beach Class Hotel, no bairro de Boa Viagem.
 
Simultaneamente ocorre a 5ª edição do “Melhor Sommelier Vinhos do Alentejo no Brasil” um concurso que passará pelas cidades de Recife, Curitiba, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.
 
 

One Bottle of Red 2015

Sou fã da Cabernet Sauvignon! Dos vinhos com esta casta prefiro os mais encorpados e com passagem por barricas de carvalho, mas os vinhos mais jovens e fáceis de beber também me agradam.

Um desses vinhos jovens que vale cada gole é o One Bottle Red, produzido pela vinícola chilena One Bottle. No Brasil é importado pela Winebrands.

O One Bottle Red é produzido com as castas cabernet sauvignon e um toque de merlot provenientes, ao que parece, de mais de uma região do chile e não possui passagem por barricas de carvalho.

Na taça apresentou cor rubi escura, límpida e brilhante, halo vermelho e boa formação de lágrimas.
 
No nariz o vinho mostrou notas ameixa, amora e morango, seguido de notas herbáceas e de especiarias bem sutis.
 
Em boca um vinho de corpo médio, com taninos sedosos, boa acidez e álcool na medida certa. Uma explosão de frutas frescas deram a sensação gustativa de vinho jovem. Final de boca de boa persistência.
 
Um cabernet fácil de agradar e uma boa companhia para pratos descontraídos. Nós harmonizamos com pães sírios caseiros e caponata.
 
 
O Rótulo
 
Vinho: One Bottle of Red
Tipo: Tinto
Castas: Cabernet Sauvignon 87,5% e Merlot 12,5%
Safra: 2015
País: Chile
Região: Vinhedos do Chile
Produtor: One Bottle
Graduação: 13%
Onde comprar: WINEBRANDS
Preço Médio: R$ 35,00
Temperatura de serviço: 16º
Degustado em: 20.06.2017

Séries By Salton Brut Rosé #cbe

Chegando com um baita atraso com meu vinho para a  Confraria Brasileira de Enoblogs - CBE, que este mês teve o tema sugerido pela Fabiana Gonçalves do excelente blog Escrivinhos: "Saquem das suas adegas um vinho que seja uma boa opção para tomar na estação que se aproxima, a primavera".
 
Quando li o tema logo me veio a cabeça um Rosé da Provance, região francesa onde se originam os mais belos rosés do mundo do vinho, mas diante do curto tempo para garimpar e de não ter nenhum exemplar terminei optando um um rosé nacional, mas que terminou por ser uma grata surpresa.
 
O rótulo que escolhi foi o Séries by Salton Brut Rosé, produzido na Serra Gaúcha pela gigante Salton, que dispensa apresentações.
 
O espumante é produzido pelo método Charmat e trata-se de um corte das casta Ugni Blanc, Glera e Merlot. Ainda sobre o vinho ele pertence à linha Fresh, cujos produtos são as expressões mais descompromissadas do universo do produtor. O grande mérito desta linha é sua informalidade, seu foco em ser refrescante e leve, fácil de agradar e para ser apreciada em qualquer ocasião.
 
Na taça apresentou cor cereja e nuances acobreadas, com boa formação de espuma e perlage intensa e de boa duração.
 
No nariz um vinho mostrou notas de cereja, morango e leves notas florais
 
Em boca um vinho de corpo leve, com boa acidez e cremosidade. Repetiu as notas olfativas. Final de boca de média intensidade um belo frescor.
 
Vinho leve, descontraído e excelente para brindar a estação das flores que bate a nossa porta.
 
Eu e Fernanda harmonizamos com siri gratinado e o espumante deu conta do recado.
 
 
O Rótulo
 
Vinho: Séries By Salton Brut
Tipo: Espumante
Castas: Ugni Blanc, Glera e Merlot
Safra: Não Safrado
País: Brasil
Região: Serra Gaúcha
Produtor: Vinícola Salton
Graduação: 11,5%
Onde comprar em Recife: Lacomex
Preço Médio: R$ 35,00
Temperatura de serviço: 8º
Degustado em: 01.09.2017

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Passatempo Douro DOC 2015 #cbe

Todo início de mês tenho o compromisso especial de comentar sobre um vinho para a Confraria Brasileira de Enoblogs - CBE e esse mês o Gil Mesquita do blog Vinho Para Todos e também fundador desta distinta confraria tornou a tarefa mais agradável ao sugerir aos confrades que degustássemos um tinto do Douro, de qualquer faixa de preço.
 
Os vinhos portugueses estão no topo da pirâmide na minha lista de preferências e sempre é um prazer abrir uma garrafa de vinho das regiões vitinícolas do país ibérico.
 
Inicialmente iria falar sobre o vinho Flor das Tecedeiras 2014, mas o confrade Gil publicou sobre o vinho, então decidi publicar sobre o best buy Passatempo Douro DOC 2015, produzido pela JAWS.

Na taça apresentou cor vermelho rubi intenso e brilhante, com reflexos violáceos e lágrimas finas e rápidas.

No nariz um vinho rico em aromas  de fruta vermelha, seguido de notas de pimenta e especiarias.
 
Em boca um vinho de corpo médio, com taninos sedosos e boa acidez. Repetição das notas frutadas e final de boca de médias intensidade com frescor e leve picancia no final de boca.
 
Um vinho versátil, super tranquilo, fácil de beber e que acompanha bem as situações e os pratos do nosso cotidiano.
 
O Rótulo
 
Vinho: Passatempo
Tipo: Tinto
Castas: Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Tinta Barroca
Safra: 2016
País: Portugal
Região: Douro
Produtor: JAWS
Graduação: 13%
Onde comprar: Evino
Preço Médio: R$ 30,00
Temperatura de serviço: 16º

sábado, 1 de julho de 2017

Aves del Sur Reserva Chardonnay 2016 #cbe

Primeiro dia do segundo chemestre chegando e com a nossa sugestão de vinho para a Confraria Brasileira de Enoblogs - CBE, cujo tema do mês foi proposto pelos conterrâneos Mayquel e Anna, do blog Vinho por 2.
 
A sugestão dos confrades foi: "no ano de 2016 o segundo maior importador de vinhos do Brasil foi um supermercado. Por isso, nada melhor do que comentarmos o que tem de bacana nas gôndolas, falando de qualquer tipo de vinho, de qualquer faixa de preço, que seja encontrado em supermercado".
 
Tenho provado bastante coisa interessante adquiridas nas prateleiras de supermercados e uma delas veio do Chile: o Aves del Sur Reserva Chardonnay 2016, produzido no Vale do Maule pela  Carta Viena.
 
Vamos ao vinho!

Na taça apresentou cor amarelo palha  com reflexos esverdeados, límpido e brilhante.
 
No nariz aromas expressivos marcados por pêra, pêssego e damasco, seguidos de notas de baunilhas e frutas secas.
 
Em boca um vinho de corpo leve, suave, fresco e generoso com acidez natural equilibrada. Repetição das notals olfativas e final de boca persistente e com a fruta aparecendo no retrogosto.
 
 
O Rótulo
 
Vinho: Aves del Sur Reserva
Tipo: Branco
Castas: Chardonnay
Safra: 2016
País: Chile
Região: Vale do Maule
Produtor: Carta Vieja
Graduação: 14%
Onde comprar: Pão de Açúcar
Preço Médio: R$ 30,00
Temperatura de serviço: 10º
Degustado em: 18.05.2017

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Santa Rita Medalla Real Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2012

Quem não gosta de um bom vinho cabernet sauvignon? É bem verdade que alguns responderão positivamente, mas a grande maioria dos enófilos irá apontar a casta como uma das mais degustadas. Eu sou fã e sempre que posso abro uma garrafa.
 
O vinho do post de hoje é o Santa Rita Medalla Real Cabernet Sauvignon, produzido no Alto Jahuel no Vale do Maipo pela Santa Rita, Vinícola fundada por Domingo Fernandez e desde 1980 é comandada pelo grupo Claro.
 
Atualmente o grupo conta com nada mais nada menos que 5000 hectares de vinhedos no Chile e na Argentina, com uma produção de 24milhões de garrafas por ano.
 
O vinho passa por amadurecimento em barricas de carvalho de primeiro, segundo e terceiro uso.
 
No Brasil o exemplar é importado pela Winebrands!
 
Na taça apresentou cor rubi de escura com matizes violáceas, com bom brilho e limpidez. Observei ainda a presença de lágrimas abundantes finas e rápidas.
 
No nariz aromas intensos marcados pela presença de fruta madura, chocolate amargo, especiarias, tabaco e tostado.
 
Em boca um vinho encorpado, com taninos macios, boa acidez e álcool a bem integrados ao conjunto. Repetiu as notas olfativas e apresentou um final de boca seco, de boa persistência e com a presença da fruta e do chocolate no retrogosto.
 
Harmonizamos com uma bela costela bovina.
 
 
O Rótulo
 
Vinho: Santa Rita Medalla Real
Tipo: Tinto
Castas: Cabernet Sauvignon
Safra: 2012
País: Chile
Região: Vale do Maipo, Alto Jahuel
Produtor: Santa Rita
Graduação: 14%
Onde comprar: Winebrands
Preço Médio: R$ 125,00
Temperatura de serviço: 18º
Degustado em: 18.05.2017